15 de setembro de 2013

Feira Alternativa - Festival da Terra 2013

Ontem vivi um dia muito diferente. Estive desde cedo na Feira Alternativa -Festival da Terra 2013 em Lisboa e tentei aproveitar ao máximo todas as actividades gratuitas do programa. O meu objectivo do dia era precisamente descobrir coisas novas!

Comecei a manhã com dois workshops de 1 hora: “Emoções, Equilíbrio e Energia através da Alimentação” apresentado pela Ana Catarina Sequeira e “Rawfood” apresentado pela Márcia Almeida. Em ambos, falou-se da relação directa existente entre a nossa alimentação e a nossa saúde física, emocional e espiritual e da importância de optarmos por uma dieta mais alcalina. No segundo workshop aprendi a fazer sumo verde, macarronada à bolonhesa vegetariana, crackers vegetarianos, hambúrgueres vegetarianos e bolachas. Chegámos mesmo a provar as duas primeiras receitas, feitas pela oradora durante o workshop, relativamente ao sumo, achei-o um pouco forte mas a macarronada estava espectacular!

Depois destes dois workshops, fui almoçar a uma barraquinha vegetariana e dividi um menu com o meu namorado. Optámos pelo menu constituído por um prato com feijoada vegetariana, couve roxa com puré de maçã e arroz basmati com passas de uva e caju, um sumo de tamarindo e a sobremesa mini-bomba, uma sobreposição de bolachas maria, doces de fruta, fruta fresca e purés de fruta.




À tarde, assisti à palestra “Ayuverda: a Tradição nos Tempos Modernos”, apresentada por Vitor José e pratiquei uma aula de “Meditação com Gongos Planetários”, conduzida por Angelo Surinder, tendo sido um dos pontos altos do dia. Desde que comecei a praticar yoga sempre tive curiosidade em meditar com gongos ou taças tibetanas dado que, nas aulas de yoga o som utilizado para meditar era gravado, bem diferente de estar próximo dos gongos e sentir a vibração destes a percorrer o nosso corpo!

Depois da aula de meditação, assisti a um workshop de Feng Shui, apresentado pelo Alexandre Gama e pela Paula Margarido mas, para meu grande espanto, não gostei! Aquilo que me atraía nesta arte era a ideia de arrumação e organização da casa que está intimamente relacionada com o Feng Shui mas parte do workshop foi dedicado à escolha de um terreno para construir uma casa e da arquitectura da casa como, por exemplo, para que ponto cardeal as casas-de-banho deverão ser construídas. Para além disso, senti que o tema foi apresentado de uma forma nada flexível, não havia meios-termos, ou tínhamos de fazer ou então era uma coisa totalmente proibida. Nos dois workshops da manhã, apesar do primeiro ser apresentado por uma pessoa que segue uma dieta vegan e outra que defende uma dieta de comida viva, ambas fizeram questão de frisar, várias vezes, que cada um devia encontrar a solução com que se identificasse, nenhuma defendeu uma posição extrema, bem pelo contrário!

Depois de mais uma pausa, em que visitei toda a feira e marquei um teste de intolerâncias alimentares (nem queria acreditar que finalmente tinha encontrado!), assisti às palestras “Meditar para uma vida mais saudável”, “A alimentação e o planeta”, “Riso, o remédio do século XXI!”, “Meditação Raja Yoga – Estabilidade e Clareza Mental para encontrar Soluções” e “Só por Hoje”. Destas gostei especialmente da palestra cujo tema era o riso como um remédio, na qual fizemos pequenos exercícios que demonstraram logo o poder do riso no dia-a-dia e como é tão poderoso no combate do stress e ansiedade e da palestra de Raja Yoga, todas as palavras da oradora Mara Gomes fizeram imenso sentido para mim e, no fim, só queria poder trazê-la para casa! A palestra “Só por Hoje” apresentada por Paulo Martins fez-me lembrar o Reino de Deus, senti que a apresentação foi toda muito forçada, muito teatral, muito dramática, foi mesmo o pior momento do dia…

Finalmente fui fazer o teste de intolerâncias que tinha marcado. Foram cerca de 45 minutos a testar 520 alimentos! O teste foi realizado pelo técnico Luís, que me foi dando também algumas sugestões sobre alimentação saudável e que alimentos deveria evitar, independentemente do resultado do teste. No final do teste recebi uma lista com os alimentos permitidos, os alimentos para os quais tenho tendência a desenvolver intolerância alimentar e que deverão ser moderados e os alimentos para os quais desenvolvi intolerância alimentar e que devo evitar de todo.

Gostei imenso da experiência e hoje vou lá voltar. Para quem mora em Lisboa ou perto e ficou curioso, podem conhecer o programa de hoje aqui. A entrada é de 5€ e recebem a revista Prevenir e a revista Casa e Jardins!

2 comentários:

  1. Que grande dia mesmo! =) Estas coisinhas que se conseguem por Lisboa são de aproveitar!! =) Resto de um bom domingo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foi mesmo bom! E acabei agora mesmo de voltar de lá e foi mais um dia espectacular! :)

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...